Autoconhecimento

Autoconhecimento é...

Algumas ideias sobre o que é descobrir quem a gente verdadeiramente é, do meu eu para o seu:

...transferir o nosso olhar, normalmente voltado para fora (o externo, as outras pessoas, a rotina do dia a dia), PARA DENTRO.

 

...olhar o mundo entendendo que tudo o que vemos/vivemos/experienciamos é na verdade um espelho, um reflexo daquilo que temos dentro da gente.

 

...se observar, entender os seus pensamentos, emoções e ações.

 

...identificar padrões de comportamento repetitivos, crenças limitantes, bloqueios.

 

...reconhecer e acolher todas as partes que negamos, toda a sombra que existe dentro de nós mesmos.

 

...identificar tudo o que nos faz mal, tudo o que nos causa angústia, ansiedade, depressão.

 

...estar consciente de quais são os nossos valores e o que realmente é importante pra gente na vida.

 

...entender como a gente funciona e porque reagimos de determinadas formas em algumas situações. Por exemplo, porque reagimos com agressividade quando somos contrariados? O que nos leva a sentir ciúmes da pessoa que amamos? Por que às vezes somos tão inseguros e não confiamos em nós mesmos?

 

...estar consciente de que nós criamos a nossa própria realidade e experiências pelas quais

passamos. É entender porque criamos a realidade dessa forma, aceitar tudo isso, desbloquear o que precisa ser desbloqueado e começar a criar para si uma vida melhor.

 

...sair da perspectiva da vítima e empoderar-se da própria vida. Assumir a responsabilidade.

 

...é ter vida mais leve, mais harmoniosa, plena e feliz.

 

...viver no momento presente, no AGORA.

 

...deixar a própria luz interna brilhar.

 

...viver a sua versão maior. É lembrar-se. E, com isso, dar permissão (ajudar) para que outras pessoas vivam as suas versões maiores também.

 

...voltar para casa. Voltar a ser uma pessoa inteira. É nos reconectarmos com nós mesmos e

com o nosso Eu Superior.

 

...vibrar na freqüência do amor e não do medo.

 

...aprender a receber toda felicidade, bênçãos, milagres e presentes do Universo.

 

...aprender a relaxar, fluir com a vida, não levar tudo tão a sério, permitir-se.

 

...entregar, confiar, aceitar e agradecer (“Entrego, confio, aceito e agradeço” - Prof. Hermógenes).

 

...uma escolha. Escolher viver tudo isso. Aprender a fazer escolhas melhores, mais alinhadas com quem a gente é.

 

...um caminho sem volta e sem fim.

 

Olhar para tudo isso é um processo muitas vezes doloroso. O nosso ego evita ao máximo esse contato profundo e interno. É por isso que muitas vezes é tão difícil ficarmos sozinhos (e ouvir as nossas próprias vozes e conversas internas). É por isso que muitas vezes desistimos cedo da terapia, das aulas de Yoga ou de qualquer outra atividade que faça a gente olhar mais para dentro e menos para fora.

 

Maaaaas eu só posso te dizer uma coisa: VALE MUITO A PENA! Começar a trabalhar e limpar tudo isso, todas as nossas crenças, bloqueios, padrões repetitivos, é LIBERTADOR! É tornar-se leve, inteiro, pleno. Cada passo leva você na direção de tornar-se uma versão maior de quem você é.

Autoconhecimento - como?

O mais importante é você estar atento(a) e observar constantemente a si mesmo(a), seus pensamentos e suas emoções nas diversas situações cotidianas (principalmente aquelas que estão lhe causando algum incômodo). Faça perguntas a você mesmo(a) e procure entender as situações, porque elas apareceram na sua vida. Mas sem lamentações! Mais no sentido de: o que eu posso/preciso aprender aqui? O que a vida está querendo me mostrar?

 

Existem inúmeros facilitadores deste processo, Caminhos que podem lhe ajudar a entender as situações com mais clareza. Cabe a você escolher o melhor para você neste momento da sua vida. Aquele Caminho que produz uma ressonância lá dentro.

 

Eu escolhi como constantes diárias em minha vida, além dessa observação consciente:

 

- Caminho de Santiago: de tempos em tempos, procuro me conectar com os sentimentos, emoções e aprendizados vividos durante a caminhada.

 

- Yoga - incluindo meditação: além de ser muito antigo, é um caminho super completo e inclui (ou pode incluir) exercícios para o corpo físico.

 

- Terapia (holística, com Reiki e florais): permite que tomemos ainda mais consciência do que acontece dentro da gente. Através dela é possível compreender as emoções e descobrir crenças e padrões de comportamento, assim como suas causas/fontes, o que para mim ajuda muito no processo de entendimento, aceitação e cura.

 

- Coaching: para direcionar os aprendizados para ações concretas no presente. Para me manter em ação todos os dias, como foco, clareza, produtividade. Para alçar vôo e realizar sonhos.

 

Além disso, de vez em quando me aventuro em alguns livros, cursos, workshops e vivências em outras áreas também.

 

Aventure-se, mergulhe dentro de você e encontre o seu Caminho. É possível, assim como eu, ‘atacar por várias frentes’, só tenha cuidado para não para não cair em uma busca infinita, postergando assim o dia em que você realmente vai aprofundar-se em você mesmo(a).

 

As técnicas/recursos/atividades são somente facilitadores. A sua vontade e disposição são os principais fatores pra ‘fazer a coisa acontecer’, independente do Caminho que você escolher seguir.

 

Buen Camino!

P

E

R

M

I

T

A

-

S

E

Autoconhecimento no Caminho de Santiago

Por que o Caminho de Santiago facilita o Autoconhecimento?

 

 

Em breve aqui no site!